sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

A Titã,o Cachorrinho de Novo Horizonte.


Armindo Trevisan.

(O poeta homenageia um Cachorro, que foi muito maltratado recentemente, e que está sob os cuidados de uma veterinária que o socorreu).


Não pediste para nascer,como homem algum
o pede, Vira-Lata de Novo Horizonte!

A vida é tão sagrada na sua fonte
que estar vivo, é merecer estar vivo.

Pobre animal! Até um osso esquivo
te recusaram e, para matares a sede,

tiveste de ir atrás de água suja. Enfim
te enterraram vivo, e durante doze horas,

ficaste no ventre gélido da terra...
Se fosse o ventre de tua mãe, ali tiveras

pelo menos o calor que te dá mobilidade,
e vigor para latir. Agora que reviveste,

Bicho mimoso, ensina à humanidade
a amar todo ser vivo, pois viver


é tão sagrado como oferecer uma rosa
à Virgem Maria, ou dar um beijo

a uma moça que nos ama, e é formosa,
ou afagar um bebê que dorme no seu berço.


NB.
A veterinária Viviane, de Novo Horizonte, não pode arcar com todas as despesas, e por isso, se alguém deseja contribuir para a cura do Titã, pode encaminhar sua contribuição à:

        Associação Mão Amiga
     Caixa Federal 0801
     Conta Corrente 003-864-7
     Número (37) 33223291 

       

Nenhum comentário:

Postar um comentário