terça-feira, 30 de novembro de 2010

A idade média e o cinema moderno e contemporâneo

  • "A Paixão de Joana d'Arc" de Dreyer (1928)
  • "As Cruzadas" de Cecil B. de Mille (1950)
  • "As Aventuras de Robin Hood" de Michael Crtiz (1950)
  • "Os Cavaleiros da Távola Redonda" (1954)
  • "O Sétimo Selo" de Ingmar Bergman (1956)
  • "Notre-Dame de Paris" de Jean Delannoy(1956)
  • "O Cid" de Anthonny Mann (1960)
  • "O nome da rosa" dirigido por Jean-Jacques Arnaud (1986)
  1. "O ano Mil" de Jean-Dominique de La Rochefoucauld, 1978
  2. "A Cruzada das Crianças" de Serge Moati, 1988
  3. "O Monge e a Feiticeira" 1986
  4. "A paixão de Beatriz" de Bertrand Tavernier, 1987
  5. "O menino dos Lobos" de Ohilipe Monnier, 1990
"Guerreiros de cotas de maçha e suas belas e leais damas dos filmes de Hollywood: Elizabeth Taylor, Joan Fontaine, e Robert Taylor em "Ivanhoé"; Errol Flynn, Cláudia Rains, Basil Rathbone e Olivia de Havilland em "As Aventuras de Robin Hood"; James Mason, Rex Harrison, George Sanders e Laurence Harwey em "Ricardo Coração de Leão"; Katharine Hepburn, Anthony Hopkins e Peter O'Toole em "Leão no Inverno"
(Guerreiros de Deus. Tradução Marcos Santarrita. Rio de Janeiro, Editora Imago, 2002 p..13)

Um comentário:

  1. aggiungo due suggerimenti alla filmografia:
    "Magnificat" (1993) e "I cavalieri che fecero l'impresa" (2001)ambedue di un grande regista italiano contemporaneo, Pupi Avati.
    Nonostante sia sia avvalso per "i cavalieri" della consulenza di Franco Cardini, insigne medievista fiorentino, Magnificat è decisamente più valido e integro esteticamente. Giovanni avogadri

    ResponderExcluir